Halcon Viagens
Linha de apoio: 707 200 201

1 – ACEITAÇÃO DAS CONDIÇÕES

O presente documento estabelece as Condições Gerais de Utilização dos serviços prestados através do website da HALCON VIAGENS, reservando-se a esta empresa o direito de modificar e actualizar periodicamente as mesmas, sem obrigação de comunicação prévia aos usuários.

As presentes condições de utilização não excluem a possibilidade de determinados serviços prestados através do www.halcon.pt, pelas suas características particulares, sejam submetidos a determinadas condições específicas de utilização.

Os usuários que contratem serviços através do www.halcon.pt manifestam ser maiores de idade (18 anos). Em caso de contratação por menores de idade, é indispensável a autorização dos pais ou tutores para poder desfrutar do serviço contratado. Em caso de dúvida, contacte com o nosso serviço de apoio ao cliente halconpt@halconviajes.com

2 – DESCRIÇÃO DO SERVIÇO

 Através do www.halcon.pt, é oferecido aos usuários acesso a diversa informação acerca de viagens e serviços turísticos, possibilitando a contratação online de alguns dos serviços oferecidos.

Os usuários têm a possibilidade de obter informação acerca de produtos exclusivos da HALCON VIAGENS, sendo também possível, em alguns casos, proceder à contratação online dos mesmo, e a respeito dos quais a HALCON VIAGENS, gere o conteúdo e serviço em seu nome e por conta própria.

Além destes serviços, o usuário poderá formalizar reservas de alojamentos e viagens combinadas, assim como outros serviços, sendo gerida por parte da HALCON VIAGENS, a informação relativa a ditos serviços, se bem que a organização técnica dos mesmos e formalização de reservas sejam realizados por operadores turísticos, companhias aéreas e, em geral, pelos prestadores dos serviços correspondentes, limitando-se a responsabilidade da HALCON VIAGENS às obrigações que legalmente são atribuídas, na sua qualidade de agência de viagens.

3 – OBRIGAÇÕES DO USUÁRIO

 O usuário compromete-se a fazer uso adequado dos serviços e conteúdos que a HALCON VIAGENS oferece e não utilizar os mesmos para:

  • Realizar actividades ilícitas ou constitutivas de delito, contrários à boa-fé, a moral e à ordem pública, aos costumes e/ou infrinja a regulação da propriedade intelectual e industrial, ou qualquer outra norma de Ordem Jurídica aplicável.
  • Difundir conteúdos ou propaganda de carácter racista, xenófobo, pornográfico, terrorista ou que atentem contra os direitos humanos.
  • Introduzir ou difundir na rede, programas de dados (vírus e software nocivo) susceptível de provocar danos nos sistemas informáticos da HALCON VIAGENS, nos seus fornecedores ou terceiros usuários da rede de internet.
  • Transmitir a terceiros não autorizados o nome de usuário e passwords, e no caso das passwords chegarem a conhecimento de um usuário não autorizado, compromete-se a informar imediatamente a HALCON VIAGENS, a qual reserva o direito de modificar para a protecção do serviço.
  • Colocar a disposição de outros utilizadores, enviar por correio electrónico ou de algum modo transmitir, qualquer conteúdo que, de acordo com as disposições aplicáveis ou relações contratuais existentes, o usuário não esteja autorizado a transmitir (tais como, informação privilegiada, informação protegida por direitos de propriedade industrial ou intelectual ou informação confidencial).
  • Transmitir publicidade não solicitada ou autorizada, material publicitário, “spam”, “cartas em cadeia”, ou qualquer outra forma, excepto em áreas (tais como espaços comerciais) concebidas exclusivamente para esse efeito.

Assim mesmo, é expressamente proibido aos usuários reproduzir, duplicar, copiar, vender, revender ou explorar para fins comerciais, qualquer secção do serviço, uso ou acesso ao mesmo.

4 – LIMITAÇÃO DE RESPONSABILIDADE

Determinada informação incluída no www.halcon.pt, é facultada pelos fornecedores dos serviços que são promovidos neste site. A HALCON VIAGENS não se responsabiliza pela veracidade dos conteúdos ou possíveis erros que possam derivar de dita informação.

Dentro do www.halcon.pt existem links para outros sites, sendo que a HALCON VIAGENS não tem qualquer controlo sobre esses conteúdos, não se responsabilizando pelos mesmos. Igualmente a HALCON VIAGENS não será responsável pela disponibilidade técnica das páginas web que o usuário aceda através do www.halcon.pt.

O usuário assume a exclusiva responsabilidade pelos danos ou prejuízos que possam derivar do acesso a ditos conteúdos, assim como qualquer outro dano ou prejuízo ocorrido no seu sistema informático provocado por qualquer material descarregado ou de qualquer modo obtido através da utilização dos serviços ou por qualquer perda de dados derivados de descarregar dito material.

Assim sendo, HALCON VIAGENS não será responsável pelos danos ou prejuízos derivados das infracções de qualquer usuário que afectem os direitos de outro usuário ou de terceiros, incluindo os direitos de copyright, marcas, patentes, informação confidencial e qualquer outro direito de propriedade intelectual e industrial.

A HALCON VIAGENS não será responsável pelos danos e prejuízos causados ao usuário em caso de impossibilidade de prestar os serviços objecto das presentes condições gerais de utilização, em casos de força maior, caso fortuito ou outras causas não imputáveis ao mesmo. A HALCON VIAGENS também não será responsável pelo uso inadequado do serviço, devido a trabalhos de manutenção ou uma defeituosa configuração do equipamento informático do usuário, ou a insuficiente capacidade para suportar os sistemas informáticos necessários para a utilização dos serviços oferecidos.

5 – PROPRIEDADE INTELECTUAL E INDUSTRIAL

Todos os conteúdos e elementos aos quais o usuário possa aceder através dos serviços oferecidos pela HALCON VIAGENS estão sujeitos a direitos de propriedade industrial e intelectual, patentes, marcas e copyright da HALCON VIAGENS ou de terceiros titulares dos mesmos. O acesso a ditos conteúdos ou elementos através dos serviços prestados pela HALCON VIAGENS não dá ao utilizador o direito para alterar, modificar, explorar, reproduzir, distribuir, comunicar publicamente ou qualquer outro direito que corresponda ao titular do direito afectado.

O usuário compromete-se a utilizar os conteúdos e/ou elementos que acede através dos serviços oferecidos pelo www.halcon.pt para o seu uso próprio, e a não realizar, em caso algum, uma exploração comercial directa ou indirecta dos mesmos.

6 – LEGISLAÇÃO APLICÁVEL

As presentes Condições Gerais de Utilização, assim como a relação existente entre a HALCON VIAGENS e o usuário são regidas pela legislação portuguesa, submetendo-se à jurisdição e competência exclusiva dos Julgados e Tribunais portugueses.

 

CONDIÇÕES GERAIS DE VIAGENS COMBINADAS

NOTAS IMPORTANTES

1 – Revisão de preços:

O preço da viagem combinada está calculado com base nas taxas de câmbio, tarifas de transporte, custo do combustível no momento da consulta realizado pelo usuário, o que poderá provocar em ocasião posterior à contratação e confirmação da viagem, um aumento no preço do pacote turístico, devido ao aumento do combustível. Qualquer alteração do preço dos referidos elementos poderá dar lugar à revisão do preço final da viagem.

Por motivos de eventos especiais, pontes, festividades locais, etc., o preço da viagem poderá ver-se alterado sobre o preço final da reserva.

O valor da viagem para o cliente será definitivo, quando o mesmo tiver em seu poder a documentação da reserva e o valor tenha sido totalmente debitado, não sendo vinculativo o preço mostrado até esse momento.

Dependendo do destino o preço base normalmente não inclui: vistos, taxas de aeroporto e/ou taxas de entrada e saída, certificados de vacinação, extras tais como cafés, vinhos, licores, águas minerais, regimes alimentares especiais, nem sequer nos casos de pensão completa ou meia pensão (salvo se expressamente se acordar outra opção no contrato), serviço de lavandaria, serviços de hotel opcionais e, em geral, qualquer outro serviço que não figure expressamente na secção “O preço da viagem combinada inclui” ou não esteja especificamente detalhado no programa/oferta, no contrato ou na documentação entregue ao consumidor na subscrição.

O preço não inclui excursões ou visitas opcionais e gorjetas.

TAXA TURISTICA:
Em determinados países, os estabelecimentos hoteleiros podem requerer o pagamento de uma taxa/imposto que deve ser liquidado no próprio estabelecimento. Consultar cada caso, segundo o destino.

2 – Despesas de Gestão e Cancelamento:

Em qualquer momento o consumidor poderá desistir dos serviços contratados, tendo direito à devolução das quantias que tenha pago, mas deverá indemnizar o Organizador ou a Agência de viagens pelos conceitos indicados de seguida:

Em caso de serviços soltos: a totalidade de Despesas de Gestão, mais Despesas de Anulação, caso estes últimos se verifiquem.

Em caso de viagens combinadas, e salvo se a desistência se produza por causas de força maior:

  • Despesas de Gestão.
  • Despesas de Anulação.
  • “Uma penalização de 5% do total da viagem se a desistência se verificar com mais de dez dias úteis e menos de quinze dias de antecedência em relação à data de início da viagem; 15% entre os dias 3 e 10, e 25% dentro das 48 horas anteriores. Se o consumidor não se apresentar à hora prevista para a saída, não terá direito a qualquer devolução da quantia paga, salvo acordado entre ambas partes noutro sentido.”
  • “Condições especiais: No caso de algum dos serviços contratados e cancelados estejam sujeitos a condições económicas especiais de contratação, assim como contratação de voos, cruzeiros, tarifas especiais, etc.; As despesas de anulação por desistência são estabelecidas de acordo com as condições acordadas entre ambas as partes.”

Os bilhetes de avião depois de emitidos têm 100% de gastos. Leia a informação detalhada no apartado VOOS.

* As anulações por parte do usuário têm 20 euros de gastos em conceito de gestão por anulação.

Este montante não será imputado quando a reserva seja cancelada por falta de confirmação de algum dos serviços solicitados pelo cliente.

SEGUROS: Caso exista contratação de seguro, em nenhum caso será reembolsável.

HOTÉIS:

Despesas de Gestão
Qualquer alteração ou modificação após venda, terá 10 euros de despesas de gestão por reserva tratando-se de hotéis nacionais e 15 euros tratando-se de hotéis. internacionais.

Despesas de Cancelamento
O montante das despesas de cancelamento é definido pelo próprio hotel.

 

ALTERAÇÕES VOLUNTÁRIAS

Informamos que, em caso do cliente, uma vez iniciada a viagem, solicitar voluntariamente qualquer alteração dos serviços contratados (por exemplo, noites de estadia, alterações de hotel ou voos) os preços dos serviços turísticos poderão não corresponder aos publicados que deram lugar à contratação inicial. Ao efectuar este tipo de gestão, implicará pagar um mínimo de 10 euros dependendo do tipo de oferta. Consultar em cada caso.

Neste caso os transferes entre hotéis são da responsabilidade do cliente, assim como as despesas de gestão inerentes a nova reserva efectuada ou à alteração do voo solicitado.


REGRESSOS ANTECIPADOS
Em caso de abandono do estabelecimento antes da data contratada por causas de força maior, A HALCON VIAGENS não se responsabiliza por qualquer devolução.

PASSAPORTE E VISTOS
Todos os passageiros, sem excepção (crianças incluídas), devem levar consigo a documentação pessoal e familiar correspondente e em vigor, passaporte ou Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão, de acordo com as leis do país ou países a visitar. É da responsabilidade dos passageiros, quando as viagens assim o exijam, a obtenção de vistos, passaportes, certificados de vacinação, etc. Os cidadãos de outras nacionalidades devem consultar as representações de consulados e ou organismos competentes os requisitos de entrada em cada país. Em caso da documentação ser rejeitada pelas autoridades ou for negada a entrada no país de destino por não cumprir os requisitos, a HALCON VIAGENS, não será responsável pelas despesas adicionais e não devolverá a quantia paga pela viagem. Os menores de 18 anos devem levar uma autorização escrita e assinada pelos seus pais ou tutores, prevendo que a mesma possa ser solicitada por qualquer autoridade.

DOCUMENTAÇÃO DE VIAGEM
Em caso de extravio da documentação da viagem (vouchers de hotel, bilhetes de avião, vouchers de circuitos, etc.) por parte do cliente e que incorra em perda de serviços, a HALCON VIAGENS não se responsabiliza pelas despesas para efectuar nova reserva ou emissão nem a devolução dos extravios.

VOOS*
Em determinados destinos turísticos e dependendo da companhia aérea que opere o voo, a agência de viagens/Operador turístico poderá exigir a emissão dos bilhetes aéreos com a máxima de antecedência da data de saída para garantir os lugares. Nestes casos a HALCON VIAGENS contactará o cliente para o informar da emissão dos bilhetes e para completar o pagamento dos mesmos. Em caso de cancelamento ou alterações do Pacote de Férias posteriores à emissão dos bilhetes, implicará 100% de gastos. Além de que, e dependendo da proximidade da data de saída, terá de ser somado os correspondentes gastos de cancelamento dos restantes serviços.

PEDIDO DE SERVIÇOS ESPECIAIS
Cada companhia aérea estabelece as suas próprias normas e condições para o tratamento e prestação dos serviços especiais, não obstante e em todo o caso, quando o cliente requerer a prestação de algum destes serviços, tais como, menores de idade não acompanhados, cadeira de rodas, animais de estimação a bordo, equipamentos desportivos, etc., deverá solicitar expressamente este serviço ao realizar a reserva no campo “observações”. A agência de viagens actuará meramente como intermediária trasladando o pedido do serviço especial para a companhia aérea, mas a prestação definitiva deste tipo de serviços está condicionada em todo o caso a prévia confirmação dos mesmos por parte da companhia aérea. A agência de viagens não se responsabiliza da confirmação ou negação destes serviços por parte da companhia aérea nem igualmente dispõe da informação sobre os possíveis suplementos de preço que a companhia possa requerer para a prestação destes serviços de carácter especial. Por isso e para qualquer informação que o cliente pretenda acerca deste tipo de serviços, recomenda-se que contacte directamente a companhia aérea em questão.

*Para mais informação consulte as condições gerais de Transporte Aéreo.

TRANSFERES
Em determinados destinos e dependendo da oferta contratada, os transferes aeroporto-hotel-aeroporto podem não estar incluídos. Consultar em cada caso.

BAGAGENS
Entende-se por transporte de bagagem, toda a bagagem e demais pertences pessoais que o usuário leve consigo, qualquer que seja a parte do veículo em sejam colocados, e que se transporta por conta e risco do usuário. Recomenda-se aos usuários que estejam presentes em todas as manipulações de carga e descarga das bagagens. Relativamente ao transporte aéreo, ferroviário, marítimo ou fluvial das bagagens aplicam-se as condições estabelecidas pelas companhias transportadoras, sendo o bilhete de passagem o documento que vincula as citadas companhias e o passageiro. Em caso de dano, atraso na entrega ou extravio, deverá apresentar, no acto, a oportuna reclamação na companhia de transportes. No transporte de bagagens e as possíveis incidências derivadas do mesmo, estão fora do âmbito de gestão da agência. No caso de querer transportar para as suas férias bagagem de grande volume, tais como bicicletas, pranchas de surf, etc., terá de pagar o correspondente suplemento, a consultar.

DIAS FESTIVOS
Nos feriados próprios de cada cidade e país, é possível que os transportes, lojas, museus, espectáculos, etc., alterem os horários habituais, inclusive fechem sem aviso prévio. Assim como, pode ser alterado o funcionamento do trânsito e em consequência prolongar a duração dos transferes. Em caso de ruas cortadas ao trânsito impedindo a chegada ao hotel, o transporte das malas desde esse ponto fica a cargo do cliente.

OFERTAS
Em caso algum as ofertas publicadas são acumuláveis entre si, nem com outras publicadas.

ROUBOS
A HALCON VIAGENS não se responsabiliza pelas perdas que os clientes possam sofrer, em consequência de qualquer delito acontecido durante a viagem e estadia no destino. Assim sendo, devem dar conhecimento as autoridades administrativas ou policiais do local onde os actos tiverem acontecido.

CARTÕES DE CRÉDITO
Alguns hotéis podem solicitar um cartão de crédito como garantia. No dia de saída, se não existir nenhum extra registado, será feita a devolução do documento assinado em branco com os dados do seu cartão de crédito. A HALCON VIAGENS não se responsabiliza pela cobrança efectuada por parte dos estabelecimentos hoteleiros no cartão de crédito do cliente.

CONDIÇÕES ECONÓMICAS ESPECIAIS PARA CRIANÇAS
Dada a diversidade do tratamento aplicável às crianças, dependendo da sua idade, do fornecedor de serviços e da data da viagem, recomenda-se que consulte sempre as condições especiais existentes e que em cada momento serão objecto de informação concreta e detalhada que e que serão registadas no contrato ou na documentação da viagem entregue no momento da sua assinatura. Em geral, no que respeita a alojamento, serão aplicáveis sempre que a criança partilhe o quarto com dois adultos.

Quanto a estadias de menores no estrangeiro será fornecida informação pontualmente para cada caso e que pode ser incluído no contrato ou documentação de viagem no momento de subscrição. Informamos que a companhia aérea poderá exigir no aeroporto uma prova documental da idade da criança.

Condições Gerais de Voos

Transporte Aéreo

Nas viagens de avião, a apresentação no aeroporto será efectuada com um mínimo de antecedência de hora e meia em voos nacionais e 2 horas para voos de média distância e internacionais sobre o horário oficial de saída, e em todo o caso devem ser estritamente seguidas as recomendações específicas que indique a documentação de viagem facilitada ao subscrever o contrato.

O transporte realizado em virtude deste contrato está sujeito às normas e limitações relativas a responsabilidade estabelecidas pelo Tratado de Varsóvia a menos que o transporte não seja “transporte internacional” segundo a definição de dito Tratado.

Códigos partilhados: Devido a acordos internos e alianças comerciais que se produzam entre as distintas companhias aéreas, pode ocorrer que a companhia aérea que opere o serviço seja distinta daquela com a qual o cliente efectuou a reserva do seu voo.

As companhias aéreas podem efectuar alterações de horários ou cancelamentos de rota (alterações de operativa) antes da saída, por isso é responsabilidade do cliente confirmar o seu voo 48 horas antes da partida:

  • Na Halcon Viagens através do telefone: 707 200 201
  • Directamente com a companhia aérea
  • Através do link www.checkmytrip.com

O preço do bilhete é calculado segundo os tipos de câmbio, tarifas de transporte, custo do combustível* e taxas e impostos aplicáveis no momento da emissão do bilhete aéreo.

Qualquer variação do preço dos citados elementos poderá dar lugar a uma revisão do preço final do bilhete.

* Devido à constante subida do petróleo, em ocasiões, posteriormente à confirmação e emissão do bilhete aéreo, a companhia aérea poderá comunicar um aumento do preço do bilhete derivado ao incremento do combustível e/ou taxas aeroportuárias. Este aumento será estabelecido pela companhia aérea.

Documentação necessária para a sua viagem.

Deverá incluir o nome e apelido dos passageiros tal e como figurem na sua documentação de Identificação Pessoal (BI ou Passaporte).

É responsabilidade de cada passageiro assegurar que dispõe da documentação de viagem válida que cumpra com os requisitos da companhia aérea, a imigração e as autoridades de cada destino.

Por favor tenha atenção:

  • É obrigatório levar um documento de viagem válido para todos os passageiros que viajam (incluindo bebés e menores de idade)
  • Um passaporte para viajar fora do Espaço Económico Europeu (EEE) deve ser válido para o período de estância prevista.
  • Se o visto for aplicável, qualquer criança/bebé deverá viajar com o adulto que figura na fotografia do visto.
  • Todos os cidadãos que não sejam da UE devem ter os seus documentos de viagem validados e o Cartão de Embarque carimbado no balcão de check-In da companhia aérea antes de passar pela área de segurança do aeroporto.
  • Para garantir o cumprimento das normativas, os passageiros devem levar o passaporte válido (e visto, se for o caso) ou um documento nacional de identidade emitido por um governo da UE para todos os trajectos. É da responsabilidade do passageiro, todas as multas, penalizações ou despesas que sejam consequência do incumprimento deste requisito.
  • Em todos os trajectos os passageiros deverão apresentar o documento de viagem válido e o cartão de embarque na zona de segurança do aeroporto e na porta de embarque.

Menores de idade:

São considerados menores de idade para efeitos de um serviço aéreo, aqueles passageiros que na data do voo tenham menos de 18 anos. Dentro dos menores de idade, estes são classificados em vários grupos:

  • Bebés: São aqueles passageiros que ainda não tenham cumprido 2 anos de idade na data em que se efectua o voo. Não ocupam lugar no avião e viajam acompanhados de pessoa adulta, pagando uma percentagem variável da tarifa do adulto.
  • Crianças: São aqueles passageiros que já cumpriram os 2 anos mas ainda não têm cumprido os 12 anos de idade na data de saída do voo. Ocupam lugar de avião e pagam uma percentagem variável da tarifa do adulto.
  • Jovens: São aqueles passageiros cuja idade está entre os 12 anos e os 18 anos (sem cumprir) na data de saída do voo. Ocupam lugar no avião e pagam a tarifa de adulto.

Regra geral, os menores de idade viajam acompanhados por um adulto, se bem que, existe a possibilidade de viajarem não acompanhados, neste caso são aplicáveis uma série de condições/restrições comuns à maioria das companhias aéreas, sem prejuízo de que cada companhia aérea possa por sua conta acrescentar alguma condição específica para estes casos concretos.

MENORES que viajam NÃO ACOMPANHADOS de um Adulto:

Os passageiros que não tenham cumprido os 5 anos de idade, não podem viajar em nenhum caso sem a companhia de um adulto nem solicitar o serviço de assistência no voo. Igualmente, não se podem realizar pedidos de assistência em voo para menores não acompanhados de adulto quando se trate de um voo em código partilhado, quer dizer, que seja operado por uma companhia distinta daquela com a qual se realizou a reserva. Inclusive, algumas companhias aéreas (entre as quais se encontram as Low Cost) não oferecem serviço de assistência a menores de 14 anos.

No caso de menores cuja idade esteja compreendida entre os 12 e os 18 anos e idade que voem sozinhos, para destinos internacionais, será necessário solicitar o serviço de assistência e/ou solicitar um pedido especial para que seja aceite no voo se não for necessário o serviço de assistência no voo.

Em todo o caso, é imprescindível no caso de menores que viajam sem estar acompanhados de um adulto, que dito serviço seja solicitado expressamente no momento de realizar a reserva e terá de ser expressamente confirmado pela companhia aérea antes da data de partida do voo.

Em cada voo apenas é aceite um número máximo de menores não acompanhados e com o serviço de assistência em voo confirmado previamente. O número máximo de menores aceites num voo com serviço de assistência confirmado é fixado livremente por cada companhia aérea.

Os menores que viajem sem estar acompanhados por um adulto e que tenham sido confirmados previamente pela companhia aérea o serviço de assistência em voo, devem dirigir-se no dia de saída do voo ao balcão de check-in da companhia aérea, acompanhados por um adulto, que realizará os tramites necessários para o embarque do mesmo, devendo apresentar o respectivo documento de renúncia de responsabilidade e esperar pela partida do voo.

Se o voo tiver programado alguma paragem ou escala, é necessário que uma pessoa adulta receba o menor no lugar onde está previsto a paragem ou escalada e permaneça com o mesmo até que o voo saia, tratando de realizar os trâmites, caso necessário, para o reembarque do passageiro.

Em todo o caso, uma pessoa adulta deverá apresentar-se no aeroporto de chegada à hora prevista de aterragem do voo e identificar-se aos colaboradores da companhia aérea para efeitos de recepção do menor em questão.

MENORES que não viajem acompanhados de um adulto em companhias LOW COST:

Nas companhias aéreas catalogadas como Low Cost os menores de 14 anos devem viajar sempre acompanhados por um adulto, caso tal não aconteça, a companhia Low Cost poderá negar o embarque do passageiro.

MENORES que viajem ACOMPANHADOS por um adulto:

Em geral, as companhias aéreas de linha regular apenas podem aceitar por cada passageiro adulto um máximo de:

  • Um bebé;
  • Um bebé e uma criança menor de 5 anos;
  • Duas crianças menores de 5 anos.

Para poder voar acompanhado de menores nos restantes casos, é consultar a companhia aérea antes de realizar a reserva para fins de confirmação da dita situação.

Voos para os EUA

As companhias aéreas, em cumprimento dos requerimentos do Governo dos EUA, estão legalmente obrigadas a permitir que a Alfândega e o Gabinete de Protecção de Fronteiras (CBP) dos EUA acedam a determinados dados de viagem e à reserva dos passageiros que voem com destino/desde ou em trânsito pelos EUA.

Estes dados são utilizados principalmente para prevenir e combater o terrorismo, o crime organizado e outras ofensas graves criminosas internacionais.

A normativa ESTA (Electronic System for Travel Authorization) entrou em vigor a 1 de agosto de 2008, refere que obrigatoriamente todos os que pretendam viajar para os EUA terão de preencher online um formulário, o mesmo terá de ser completado 72 horas antes da data de partida do voo.

Como fazer?

Entrar na página web https://esta.cbp.dhs.gov/ e seguir rigorosamente os passos indicados. A informação retida ficará encriptada e será totalmente confidencial. Necessita de guardar o número de referência da resposta. A informação está nos idiomas oficiais dos 34 países incluídos na lista elaborada pelos EUA. São os países cujos cidadãos não necessitam de visto para entrar nos EUA para uma estadia inferior a 90 dias.

Dito procedimento terá um custo indicado ao realizar o preenchimento do formulário, alheio à HALCON VIAGENS.

A validade da autorização expira?

A autorização tem uma vigência de 2 anos ou até que o passaporte perca a validade. Poderá entrar na página e complementar o formulário sem dispor do bilhete de avião. Com a referência dada pelo sistema, e quando tiver o bilhete de avião terá de entrar na página, introduzir a referência no sistema e completar os dados que faltavam. Pode actualizar a informação quantas vezes for necessário. O tempo limite para efectuar alterações é até 72 horas antes da partida do avião.

Uma criança necessita do ESTA?

Sim, todos e cada uma dos viajantes devem ter uma autorização do Governo dos EUA.

Condições das Bagagens
A bagagem facturada será entregue ao portador do talão da bagagem. Em caso de danos na bagagem durante o transporte internacional deverá apresentar por escrito a oportuna reclamação ao transportador imediatamente após descobrir o dano, e no máximo, dentro dos 7 dias seguintes à data de entrega. Em caso de atraso, a reclamação deverá apresentar-se dentro dos 21 dias seguintes à data em que foi entregue a bagagem.

As condições de bagagem dependem de cada companhia aérea e trajecto e estas podem variar. Deve consultar o site da companhia aérea ou o link www.checkmytrip.com para mais informações sobre a sua bagagem.

Produtos proibidos na bagagem de mão

Por razões de segurança, existe uma série de objectos que estão proibidos na cabine de um avião. Os mesmos devem ser facturados como bagagem de porão (sempre e quando não estejam igualmente proibidos também de transportar no porão do avião).

Entre estes objectos encontram-se:

  • Líquidos: está restringida a quantidade de líquidos ou substâncias de consistência similar que os passageiros podem levar consigo quando passam nos controlos de segurança dos aeroportos comunitários;
  • Armas ou objectos cortantes ou com arestas.
  • Instrumentos grandes.
  • Substâncias explosivas e/ou inflamáveis.
  • Substâncias químicas e substâncias tóxicas.

O pessoal de segurança poderá negar o acesso à zona de embarque e à cabine do avião a qualquer passageiro em posse de um artigo que mesmo que não seja considerado proibido, suscite suspeita.

Em circunstâncias excepcionais, um passageiro poderá transportar algum artigo proibido na condição que tenha informado anteriormente o departamento de segurança do aeroporto de saída e este tenha autorizado o transporte, e o comandante do avião tenha sido informado acerca do passageiro e do artigo proibido que transporta.

Em qualquer caso, o(s) artigo(s) proibido(s) devem transportar-se em condições de segurança.

Produtos proibidos na bagagem de mão e na bagagem de porão:

Ainda que possa surpreender, alguns objectos, aparentemente inofensivos, podem ser perigosos a bordo de um avião se forem incluídos dentro da bagagem.

Durante o voo, as variações de temperatura e pressão, e o próprio movimento do avião, podem causar escapes de líquidos ou ignição de alguns artigos. Por isso, na sua bagagem não deve levar, por exemplo os seguintes produtos:

  • Explosivos (inclui detonadores, fusíveis, granadas, minas e produtos pirotécnicos).
  • Gases: propano, butano (inclui as pequenas bombas de gás de campismo).
  • Líquidos inflamáveis (inclui a gasolina e o metanol, pinturas, dissolventes, colas e cargas para isqueiros).
  • Sólidos inflamáveis e substâncias reactivas (inclui magnésio, fósforos e isqueiros, fogos de artifício e as chamas).
  • Oxidantes e peróxidos orgânicos (como lixívias e matérias abrasivas).
  • Substâncias tóxicas ou infecciosas (raticidas, sangue infectado).
  • Material radioactivo (inclui isótopos para uso médico ou comercial).
  • Corrosivos (tais como baterias para automóveis).
  • Peças de um motor que já tenha tido combustível.

Se pretender transportar armas de fogo deve dirigir-se ao Departamento de Intervenção de Armas do Aeroporto de saída para obter a autorização necessária. As armas têm de ir acondicionadas num estojo adequado e serão devolvidas ao Departamento de Intervenção de Armas do aeroporto de chegada.

Determinados equipamentos electrónicos, como os computadores portáteis ou telemóveis podem interferir com os sistemas do avião. Consulte a tripulação se poderá utilizar os mesmos durante o voo.

Destruição, perda ou dano da bagagem

A companhia aérea é responsável pelo dano causado em caso de destruição, perda ou danos da bagagem de porão quando os danos forem causados tenham ocorrido a bordo do avião o enquanto a bagagem se encontre sob custódia da companhia.

Siga directamente para o balcão da companhia aérea ou para o agente de handling (empresa de assistência em terra das companhias aéreas) para formalizar nesse momento a reclamação correspondente, preencha o impresso para esse efeito, requisito necessário para fazer constar a incidência ocorrida e para a tramitação do processo pela companhia aérea.

Para mais informação, recomendamos que consulte em www.checkmytrip.com as condições da bagagem.

Fee aéreo

A HALCON VIAGENS cobra uma despesa de gestão/fee aéreo por cada passageiro adulto e criança (com excepção dos bebés, que estão isentos destas despesas) que poderá variar consoante o trajecto, ou outros encargos possíveis aplicados pelas companhias aéreas que desconhecemos até ao último passo de compra.

Alterações e Anulações

Uma vez realizada a reserva do bilhete aéreo, esta fica sujeita às condições que estabelece cada companhia aérea em matéria de cancelamentos, alterações e reembolsos, em função da tarifa contratada. A agência de viagens não intervém na determinação das condições da tarifa, nem nas percentagens de penalização que se aplicam em caso de cancelamento e/ou modificação do voo, já que estas condições são impostas por cada companhia aérea.

Alterações: A Halcon Viagens cobra 20 euros de despesas de gestão/por passageiro, adicionais às penalizações impostas pelas próprias companhias.

Anulações: A Halcon Viagens cobra 30 euros de despesas de gestão/por passageiro, adicionais às penalizações das próprias companhias.

Em ambos casos, as despesas de gestão/fee aéreo cobrado, NÃO são reembolsáveis.

Facturação/Check In
Recomenda-se que se apresente no balcão da companhia aérea:
-90 minutos antes do seu voo nacional.
-2 horas antes se o voo for internacional.

Cartão de Embarque

  • Aconselhamos que imprima o cartão de Embarque;
  • Antes de viajar poderá imprimir o seu cartão de embarque, para poder apresentar o mesmo na porta de segurança e na porta de embarque, à sua chegada no aeroporto;
  • No caso da companhia aérea RYANAIR, em caso de não apresentar o cartão de embarque impresso, será cobrado uma penalização;
  • Se não efectuar check in online de bagagem e apenas levar bagagem de mão, com o cartão de embarque impresso, poderá aceder directamente à porta de embarque sem ter de passar pelo balcão de check-in da companhia;
  • Consulte as condições da companhia sobre as características da bagagem de mão que se pode levar no avião.

 

 

HOTÉIS

ENTRADAS E SAÍDAS

Na maioria dos estabelecimentos, o quarto estará disponível desde as 14h00 horas do dia de chegada até às 12h00 do dia de saída. Em caso da chegada ao hotel ser num horário diferente deverá entrar em contacto com o mesmo com a finalidade de não perder a reserva.

QUARTOS

Todas as características reflectidas são baseadas em tipo de quarto duplo standard, podendo não se ajustar aos restantes tipos de quartos. As terceiras pessoas e as crianças que partilhem quarto serão alojadas habitualmente em cama extra, ou sofá cama, ou em duas camas de casal, dado que a maioria dos hotéis não dispõe de quartos triplos.

Os berços de bebés devem ser solicitados através do campo de observações do formulário, ou mediante contacto telefónico ligando para a nossa linha de apoio ao cliente.

Os quartos duplos poderão ter duas camas separadas, ou apenas uma cama de casal válida para duas pessoas sujeita a disponibilidade do hotel. Algumas instalações de alguns hotéis operam exclusivamente em datas concretas e não em toda a temporada como, por exemplo, o ar condicionado, aquecimento, piscinas, jacuzzis climatizados, etc., que estarão sujeitos ao determinado pelo estabelecimento hoteleiro.

REGIMES

  • S.A. – Só Alojamento
  • A.P.A. – Alojamento e Pequeno-Almoço
  • M.P. – Meia Pensão
  • P.C. – Pensão Completa
  • T.I. – Tudo Incluído

Os preços não incluem bebidas às refeições, excepto onde se indique o contrário. A maioria dos hotéis considera a Meia Pensão como Pequeno-Almoço e Jantar, não sendo admitido alteração de Jantar por Almoço.

SERVIÇO TUDO INCLUÍDO

O cliente com regime de Tudo Incluído, deve levar sempre uma pulseira ou identificação entregue por cada estabelecimento e mostrá-la no momento em que solicita o serviço. A modalidade de Tudo Incluído é pessoal e intransmissível, não podendo ser utilizado por nenhuma outra pessoa.

O hotel reserva o direito a anular a prestação deste serviço em caso de má utilização do mesmo.

Horários: Todos os horários mencionados no Tudo Incluído estão sujeitos a alterações por parte do estabelecimento

Bebidas: salvo indicação expressa, entendem-se bebidas com/sem álcool locais ou nacionais indicadas na carta do Tudo Incluído de cada estabelecimento.

 

DESPESAS DE GESTÃO

Qualquer alteração, cancelamento ou modificação após a venda, custará 10 euros de despesas de Gestão por reserva tratando-se de hotéis nacionais e 15 euros no caso de hotéis internacionais.

DESPESAS DE CANCELAMENTO

O montante de despesas de cancelamento é definido pelo próprio hotel.

Além disso será cobrado uma despesa adicional por gestão realizada, 10 euros por reserva tratando-se de hotéis nacionais e 15 euros tratando-se de hotéis internacionais.

INFORMAÇÃO DE INTERESSE

As instalações e serviços tais como: restaurantes a la carte, facilidades desportivas e recreativas, tudo o que esteja relacionado com saúde e beleza, etc., são sempre com pagamento directo no estabelecimento sendo a sua publicação meramente a título informativo.

Dependendo do número de clientes e segundo a nacionalidade, os hotéis reservam o direito a programar as suas actividades exclusivamente em idiomas estrangeiros.

A maioria dos estabelecimento exige para o serviço de jantar calças compridas e/ou vestuário formal para os homens.

TAXAS DE HOTEL

Dependendo do lugar de destino, existe a possibilidade, dos estabelecimentos hoteleiros, cobrarem ao cliente, taxas e impostos adicionais ao preço da reserva.

TOPO